Obras da Sul Fronteira serão retomadas até o final de julho

Paralisadas há mais de um ano, a obra de pavimentação asfáltica da rodovia conhecida como Sul-Fronteira (MS-165) deverá ser retomada até o final do mês de julho, conforme garantiu o governador André Puccinelli, em entrevista em Aral Moreira durante inauguração da Agência do BB, na cidade de Antônio João nessa segunda-feira (23).

“A continuidade da pavimentação da Rodovia Sul Fronteira no trecho que vai de Sanga Puitã, em Ponta Porã até o município de Aral Moreira se ainda não começou, deverá recomeçar até o final do mês de julho”, disse o governador na ocasião. Em março, durante a abertura da feira agropecuária na cidade de Ponta Porã, o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli já havia anunciado a liberação de R$ 29 milhões de reais para retomar a pavimentação da Sul-Fronteira. Segundo o Governo do Estado, desse recurso R$ 10 milhões seriam empregados no pagamento de atrasados para uma construtora responsável pela execução da obra e os R$ 19 milhões restantes serão aplicados para retomar a pavimentação, que com esse recurso deve chegar à cidade de Aral Moreira. Lançada há três anos, as obras que estão sendo construídas com recursos do Governo Federal e contrapartida do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, avançou pouco mais de 13 quilômetros.

Sul Fronteira – A Sul Fronteira promete criar uma nova perspectiva para a economia da região de fronteira, impulsionando o desenvolvimento econômico e assegurando o progresso social dos municípios beneficiados com a obra. O projeto prevê pavimentação de 337 quilômetros das rodovias MS-299 e MS-165, ligando Ponta Porã a Mundo Novo.  No lado paraguaio a obra irá beneficiar os Departamentos (Estados) de Amambay, Concepción, San Pedro, Canindeyú e Alto Paraguay. Somente em Mato Grosso do Sul, de acordo com os técnicos da Agesul, a obra irá beneficiar diretamente 142 mil pessoas

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.